Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"É contraditória esta história do banco de fomento" -- Mira Amaral

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 15 nov (Lusa) - O presidente do Banco BIC Português, Mira Amaral, considerou hoje que Portugal não precisa de criar mais um banco público, quando tem a Caixa Geral de Depósitos (CGD) e os bancos privados capacitados para serem os financiadores da economia.

"É contraditória esta história do banco de fomento. Se o Estado já tem a CGD, para que é que quer criar um novo banco público", questionou o responsável, na conferência "Proposta de Lei do Orçamento de Estado para 2013", promovida pela SRS Advogados, em Lisboa.

De acordo com o antigo governante, se o objetivo do banco de fomento é financiar a economia, esse papel pode ser desempenhado pela banca privada.