Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dívida: IGCP suspende subscrições de Certificados do Tesouro dois anos após a sua criação

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 30 ago (Lusa) -- O Instituto que gere a dívida pública portuguesa anunciou hoje que serão suspensas as subscrições de Certificados do Tesouro a partir de 01 de setembro, inclusive, apenas dois anos após serem criados.

"O Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público, I.P., após prévia autorização do membro do Governo responsável pela área das Finanças, determina com base no n.º 14 da Resolução do Conselho de Ministros nº 40/2010, de 20 de maio, a suspensão das subscrições de Certificados do Tesouro a partir de 01 de setembro de 2012, inclusive", escreve o instituto na sua página na Internet.

O número 14 do decreto-lei assinado em maio de 2010 e que criou a partir de 01 de julho este novo instrumento de dívida pública estabelece que "o IGCP, mediante prévia autorização do membro do Governo responsável pela área das finanças, através de instrução, suspender ou estabelecer limites às subscrições caso as taxas de juro de referência não sejam consideradas suficientemente representativas, atendendo aos níveis de liquidez verificados no mercado, ou a outros fatores de perturbação dos mercados considerados relevantes.