Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dívida: Défice total da economia reduziu-se no primeiro trimestre apesar de agravamento das contas públicas

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 29 jun (Lusa) - A necessidade de financiamento da economia portuguesa no primeiro trimestre de 2012 atingiu os 2,8 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), abaixo dos 7,4 por cento do PIB que se registavam no mesmo período do ano passado.

Este valor, hoje divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), significa que o total da economia portuguesa (setor público, empresas e particulares) precisou de 1.134 milhões de euros em financiamento nos primeiros três meses do ano.

A redução do défice de Portugal face ao exterior ocorreu apesar de um agravamento do défice orçamental, que atingiu os 7,9 por cento do PIB, acima dos 7,5 por cento verificados em igual período de 2011.