Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Disponibilidade de água é o fator determinante para evolução da agricultura em Portugal

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 28 mai (Lusa) - A disponibilidade de água é o fator determinante para o futuro da agricultura em Portugal, segundo um estudo que considera prioritário melhorar a capacidade de armazenamento e distribuição de água e apostar em tecnologias de rega mais eficientes.

O estudo "Agricultura Sustentável", desenvolvido pela equipa do Espírito Santo Research, sublinha que, face à menor disponibilidade e maior irregularidade na distribuição de água é essencial melhorar a capacidade de armazenamento e distribuição de água, "com recurso a tecnologias de rega mais eficientes, a par da utilização de culturas menos exigentes em água e melhor adaptadas à evolução climática prevista".

O documento, que será hoje apresentado por Francisco Palma, num debate sobre agricultura e biodiversidade, destaca o Alqueva como investimento estratégico "ao permitir introduzir agricultura de regadio no local do país onde a propriedade agrícola apresenta maior dimensão" e pelo seu contributo a nível da mitigação das alterações climáticas que deverão ter impactos particularmente negativos para o setor agrícola.