Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Desemprego: Cátia Rebelo diz que "canudo" já não é garante emprego

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 09 dez (Lusa) -- Seis anos depois de ter concluído a licenciatura em Turismo e de breves passagens por estágios e empregos na área das vendas e consultadoria, Cátia Rebelo percebeu que o "canudo", tal como lhe diziam familiares, "não abre portas".

"Eu era muito positiva, achava que as coisas não deveriam ser tão más como diziam e que com força de vontade qualquer estágio ou emprego iria aparecer. Não podia estar mais enganada. Depois da licenciatura vieram estágios não remunerados, trabalhos a recibos verdes e à comissão. Durante estes seis anos só consegui um contrato de seis meses, que não me permitiu ter acesso ao subsídio de desemprego", contou, Cátia Rebelo, de 27 anos e desempregada há sete meses.

Quando terminou a licenciatura em turismo, com especialização em gestão de empresas turísticas, Cátia tinha como objetivo gerir um hotel.