Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Défice de produtividade relacionado com falta de flexibilidade no trabalho e na tecnologia - Estudo

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 15 nov (Lusa) - O défice de produtividade em Portugal pode estar relacionado com a falta de flexibilidade no trabalho e na tecnologia, de acordo com um estudo europeu da Microsoft hoje divulgado.

O estudo, encomendado pela Microsoft Europa à consultora Vanson Bourne, aponta que o défice de produtividade no mercado portuugês "pode estar relacionado com a falta de flexibilidade na prestação do trabalho e na tecnologia, na medida em que apenas metade das empresas portuguesas incorporam a flexibilidade no seu modelo de trabalho".

O objetivo do estudo, que inquiriu 1.500 trabalhadores que desempenham funções de escritório em 15 países europeus, entre os quais Alemanha, Espanha e Portugal, foi obter opiniões relativamente à flexibilidade no trabalho e o seu impacto na produtividade das empresas e colaboradores.