Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

DECO recebe mais queixas de sobre-endividamento mas abre menos processos

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 06 abr (Lusa) -- Cada vez mais famílias sobre-endividadas pedem ajuda à DECO, mas a associação abre cada vez menos processos porque muitas dívidas já não podem ser reestruturadas por falta de rendimento dos devedores ou por estarem em tribunal.

Apesar de o gabinete de apoio ao sobre-endividado (GAS) da DECO ter recebido nos primeiros quatro meses deste ano mais 40 pedidos (num total de 11.441) que no período homólogo anterior, abriu menos 263 processos, num total de 1.546.

"A maior parte das situações não tinha qualquer viabilidade de reestruturação da divida", disse à Lusa Natália Nunes da DECO, explicando que muitos dos pedidos que chegam são de famílias já sem rendimentos ou apenas com o suficiente para sobreviver, o que inviabiliza a possibilidade reestruturar a situação financeira da família.