Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Crise política: Cavaco passou de "defensor a promotor" do Governo, diz PCP

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 21 jul (Lusa) - O secretário-geral do PCP acusou hoje o Presidente da República de ter passado de "defensor a promotor" de um Governo da maioria PSD/CDS-PP que está "morto", após a comunicação ao país de Cavaco Silva.

"Em resultado deste posicionamento, não há surpresa. Queremos aqui reafirmar que o Presidente, passando a ser promotor e defensor deste Governo e desta política, passa a ser corresponsável por todas as consequências que trará para o povo português esta continuação de um Governo moribundo", afirmou Jerónimo de Sousa, na sede comunista, em Lisboa.

Antes, Cavaco Silva anunciara a continuação do executivo liderado por Pedro Passos Coelho, incluindo a apresentação de uma moção de confiança no Parlamento. O Chefe de Estado sublinhou que, apesar de o Governo se manter em plenitude de funções, "nunca abdicará de nenhum dos poderes que a Constituição lhe atribui".