Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cortes definitivos no Estado desmentem "ponto de viragem" na situação - BE

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 17 fev (Lusa)- A coordenadora do BE, Catarina Martins, disse hoje que a intenção de "tornar definitivos os cortes na função pública" e o aumento da recessão e do desemprego desmentem qualquer "ponto de viragem" defendido pelo Governo.

"O próprio Governo, com as suas ações e os cortes que continua a fazer, a impor e a dizer que são permanentes, desmente todas as palavras que possa ter sobre alguma luz ao fundo do túnel ou algum virar do Cabo das Tormentas", afirmou a líder bloquista, numa conferência de imprensa na sede do partido.

No sábado à noite, em Chaves, o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, considerou que "o ano de 2013 está para o memorando que temos em Portugal como o cabo das tormentas esteve para os navegadores [portugueses]", que após ser dobrado se tornou o cabo da boa esperança.