Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CORREÇÃO: OE2013: Governo mantém taxas sobre subsídios de doença e desemprego, isentando rendimentos mais baixos

Lusa economia

  • 333

CORREÇÃO DO PRIMEIRO E QUARTO PARÁGRAFOS DA NOTÍCIA COM O TÍTULO: "Governo mantém taxas sobre subsídios de doença e desemprego, isentando rendimentos mais baixos".

(As taxas a aplicar ao subsídio de doença e desemprego estão trocadas. Sobre o subsídio de doença recai uma taxa de 5% e sobre o subsídio de desemprego uma taxa de 6%)

NOVO PRIMEIRO PARÁGRAFO: "O Governo mantém a taxa de 5% sobre o subsídio de doença e de 6% sobre o subsídio de desemprego, mas isenta as prestações mais baixas, a partir de um montante ainda não definido".