Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Construção: Setor bate quebras recorde na produção e pico de encerramentos e despedimentos

Lusa economia

  • 333

Porto, 26 set (Lusa) -- Após mais de uma década de crise setorial, o setor português da construção sofreu nos últimos dois anos um forte agravamento da situação devido à deterioração da conjuntura económica, batendo recordes de quebras de produção, encerramentos e desemprego.

Segundo a Federação Portuguesa da Indústria da Construção e Obras Públicas (FEPICOP), entre 2010 e 2012 o número de insolvências no setor duplicou, afetando 1.440 novas empresas, enquanto o desemprego atingiu mais 110 mil trabalhadores.

Para este ano, a Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI) projeta o encerramento de mais de 13 mil empresas e a perda de 140 mil postos de trabalho, a um ritmo diário de desaparecimento de 29 empresas e de 436 empregos.