Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Construção: Quebra de 199 milhões nas encomendas justificam despedimento coletivo na Edifer - empresa

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 18 set (Lusa) - A Edifer justificou hoje o despedimento coletivo de 200 trabalhadores com a quebra nas suas encomendas, que este ano já ascende a 199 milhões de euros, segundo fonte oficial da construtora.

"O processo de despedimento de 200 trabalhadores começou na sexta-feira. A razão é a necessidade de equilibrar a capacidade instalada em Portugal face à contração no setor da construção", explicou à Lusa fonte oficial da Edifer.

A construtora tinha previats para este ano obras em carteira avaliadas entre os 700 a 800 milhões de euros, mas destas 199 milhões de euros não se realizaram nem vão realizar, segundo aquela fonte, porque o investimento no setor está em contração devido á recessão económica.