Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Conselho de Nova Iorque aprovou 5 dias de faltas por doença sem perda de vencimento

Lusa economia

  • 333

Nova Iorque, 09 mai (Lusa) -- O Conselho de Nova Iorque aprovou por larga maioria uma norma que obriga as empresas a pagarem até cinco dias as faltas por doença dos seus trabalhadores, uma medida que irá beneficiar um milhão de pessoas, muitos deles latinos.

A medida entrará em vigor em abril de 2014, quando as empresas com mais de 20 trabalhadores devem conceder este benefício aos seus empregados e, um ano depois, deve alargar-se às companhias com mais de 15 empregados.

Muitos trabalhadores queixam-se de terem sido demitidos depois de faltarem ao trabalho por doença, enquanto outros, muitos deles ilegais, foram trabalhar apesar de estarem doentes devido ao receio de represálias dos patrões.