Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Comissão que seleciona funcionários públicos de topo já 'vetou' 10 dos 160 gestores nomeados - João Bilhim

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 06 dez (Lusa) - O presidente da comissão que seleciona e recruta os funcionários públicos de topo, João Bilhim, disse hoje à Lusa que já 'chumbou' dez dos 160 gestores sobre os quais o Governo pediu o parecer da CRESAP.

"Dos 160 pareceres sobre gestores públicos que já demos, não houve nenhum caso de nomeação de uma pessoa a quem eu tenha posto reservas, o que aconteceu em mais ou menos dez casos", disse à Lusa o professor universitário que o Governo nomeou para 'gerir' as contratações nos lugares de topo do Estado.

Nestes dez casos, garante Bilhim, a última palavra foi da Comissão de Recrutamento e Selecção da Administração Pública (CRESAP): "Houve casos em que me chegou outro nome, houve outros em que o assunto não foi resolvido, noutro o conselho de administração tem menos essa pessoa sobre quem eu mostrei reservas", diz o presidente desta entidade, sublinhando que "o Governo não era obrigado [a seguir essa indicação], porque o parecer não era vinculativo, mas o Executivo, com reservas [da comissão], não nomeia".