Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Comissão de Coordenação do Algarve rejeita críticas ao Plano de Ação Regional

Lusa economia

  • 333

Faro, 05 abr (Lusa) - A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDRA) considerou hoje "extemporânea e desajustada" a crítica ao Plano de Ação Regional (PAR) feita pela maior associação hoteleira da região, afirmando que o mesmo "ainda não existe".

"A reação crítica ao PAR é perfeitamente extemporânea e desajustada. O que foi aprovado a 22 de março foi a metodologia e os mecanismos de participação para a elaboração do plano", observou hoje o presidente da CCDRA, David Santos, em nota enviada à agência Lusa.

A Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) manifestou-se contra o Plano de Ação Regional, inserido no Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020, alegando que o mesmo ignora os apoios financeiros para o turismo do Algarve.