Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cimeira China/UE: Urbanização -- uma nova área de cooperação, com 300 milhões de figurantes

Lusa economia

  • 333

Pequim, 19 nov (Lusa) - Cerca de 300 milhões de chineses deverão radicar-se nas cidades até 2030, num processo de urbanização sem precedentes na História e suscetível de abrir novas oportunidade de cooperação entre a China e a União Europeia (UE).

Este ano, pela primeira vez, a agenda da Cimeira China-UE inclui um fórum e uma exposição sobre aquele tema, com centenas de participantes, aprofundando o acordo de "Parceira sobre Urbanização" assinado em maio de 2012 pela Comissão Europeia e o governo chinês.

As duas iniciativas começam na quarta-feira, um dia antes da reunião entre o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, e os presidentes da Comissão e do Conselho Europeus, José Manuel Barroso e Herman van Rompoy, respetivamente.