Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Chipre: Resgate não implica novos cortes nos depósitos bancários - Governo

Lusa economia

  • 333

Nicósia, 12 abr (Lusa) - Um porta-voz do Governo cipriota afirmou hoje que o resgate de 10 mil milhões de euros concedido a Chipre não significa que os depositantes vão ser afetados por mais cortes nos seus depósitos.

"A avaliação da Comissão Europeia, como reportado ontem [quinta-feira], apesar de aumentar as necessidades financeiras de Chipre dos 17,5 mil milhões para os 23,5 mil milhões de euros, não indica de forma nenhuma que uma nova recapitalização de facto vá ser imposta aos bancos nem quaisquer encargos adicionais aos depositantes", disse Christos Stylianides, porta-voz do Governo cipriota, aos jornalistas.

A zona euro avalia hoje as modalidades do plano de resgate a Chipre, que implica um envelope financeiro de 10 mil milhões de euros e que deverá ter como contrapartida para o país encontrar, internamente, 13 mil milhões de euros, ou seja, mais 6 mil milhões do que o previsto inicialmente, para financiar o seu desendividamento.