Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Chipre: Presidente diz que sucessivas exigências da 'troika' podem levar à sua demissão

Lusa economia

  • 333

Bruxelas, 24 mar (Lusa) -- O presidente de Chipre, Nicos Anastasiades, advertiu hoje os credores internacionais que as contrapartidas ao plano de resgate podem obrigá-lo a renunciar ao cargo, de acordo com a imprensa cipriota, citada pela AFP.

"Querem que apresente demissão", questionou Anastasiades durante as negociações com os representantes da 'troika' (União Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), de acordo com a agência CNA.

O presidente do Chipre queixou-se de ver as suas propostas serem sucessivamente rejeitadas pelos credores internacionais com quem está reunido, o que já levou a dois atrasos no início da reunião de ministros das Finanças da zona euro, que chegou a estar marcada para as 17:00.