Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CGD sublinha que "não" desistiu do país por sair da Portugal Telecom

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 24 out (Lusa) -- A Caixa Geral de Depósitos "não" desistiu do país, pelo contrário, "aposta ainda mais no país, através da cobertura do "core" da Caixa e do 'core' do país, que são as PME", sublinhou hoje o vice-presidente da CGD.

Esta foi a forma encontrada por Nuno Fernandes Thomaz para responder ao presidente executivo da Portugal Telecom, que disse hoje, em declarações ao Jornal de Negócios, sentir-se triste por "ver alguns indivíduos e instituições a desistir de Portugal".

O banqueiro, que foi interpelado com a afirmação de Granadeiro em pleno palco durante a sua participação na cerimónia de entrega dos Prémios Portugal PME, organizado pelo Jornal de Negócios e Correio da Manhã, escusou-se a avançar quaisquer comentários relativamente à "oportunidade" escolhida pelo banco público para alienar a posição de 6,11% que detém na Portugal Telecom.