Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cerca de 4.000 trabalhadores já saíram da Conforlimpa - administrador de insolvência

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 07 mai (Lusa) - Mais de metade dos 7.200 trabalhadores saiu da Conforlimpa desde que a empresa avançou com o pedido de insolvência, há dois meses, disse hoje à agência Lusa o administrador de insolvência.

"Foram processados 3.216 vencimentos no mês de março", adiantou José Ribeiro Gonçalves, antes do início da primeira assembleia de credores, que se está a realizar no Tribunal de Comércio de Lisboa, frisando que a maioria dos funcionários foi absorvida por outras empresas do ramo que ficaram com os serviços da Conforlimpa.

A 04 de março - quando avançou com a insolvência - a Conforlimpa (Tejo) mencionava, em comunicado enviado à Lusa, que tinha 7.200 trabalhadores, o que significa uma redução de cerca quatro mil funcionários.