Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Centros comerciais de Coimbra dos anos 80 e 90 estão a passar por "duas crises"

Lusa economia

  • 333

Coimbra, 31 ago (Lusa) - Os proprietários de lojas nos centros comerciais construídos nas décadas de 1980 e 1990 em Coimbra queixam-se da falta de "lojas âncora" e do "excesso de grandes superfícies" na cidade.

"Antes, isto era um movimento doido e agora é um deserto, só com lojas fechadas", contou José Cunha, empregado de um quiosque no 1.º andar do Centro Comercial Avenida, apontando para o placar do rés-do-chão que anuncia as lojas e que "agora tem lá tão poucas placas".

O empregado, de 66 anos, a viver há 42 anos em Coimbra, garantiu que "está sempre a piorar e mesmo sem crise notava-se que as pessoas nem vêm para dentro" dos centros comerciais.