Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CCP pede renegociação de acordo com a 'troika'

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 12 nov (Lusa) -- A Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) vai pedir na terça-feira perante a 'troika' que seja renegociado o memorando de entendimento e dado mais tempo a Portugal.

De acordo com um documento da CCP hoje divulgado, que antecipa a reunião entre a 'troika' (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional) e os parceiros sociais na terça-feira, aquela estrutura alerta o Governo "para a necessidade urgente de renegociação do acordo ao mais alto nível das instituições que compõem a 'troika', em termos de taxas de juro, prazos de amortização dos empréstimos e objetivos do défice".

"Portugal precisa de tempo para corrigir os seus problemas estruturais o que, só será possível com metas realistas e uma agenda para o crescimento com objetivos de curto e médio prazo", considera a CCP.