Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cavaco Silva defende redução menos brutal do consumo privado

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 15 nov (Lusa) - O Presidente da República, Cavaco Silva, defendeu hoje que à consolidação orçamental se deve juntar elementos de crescimento económico vindos do investimento privado e de uma "redução menos brutal do consumo interno".

Questionado sobre os dados do desemprego revelados quarta-feira pelo INE, Cavaco Silva disse que "não são com certeza boas notícias" referindo que a "situação internacional, a crise na zona euro, a situação em Espanha não ajudam nada Portugal a ultrapassar a situação insustentável a que chegou nos desequilíbrios da sua economia".

"Mas não podemos deixar de lutar para juntar à consolidação orçamental, elementos de crescimento económico, vindos do investimento privado, vindos do turismo, vindos de uma redução menos brutal do consumo privado, vindos da exportação", defendeu, à saída da sessão de abertura da conferência "Mar de Negócios", que decorre em Lisboa.