Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Carga fiscal está no limite e é indispensável ter cuidado - Oliveira Martins

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 29 abr (Lusa) - O presidente do Tribunal de Contas, Gulherme d'Oliveira Martins, considerou hoje que a carga fiscal aplicada sobre os portugueses atingiu o limite e comentou o programa económico avançado por Álvaro Santos Pereira dizendo que boas intenções não chegam.

O responsável, que falava à margem de um colóquio organizado em parceria com o Tribunal de Contas de França sobre políticas orçamentais em tempo de crise, que decorre em Lisboa, foi questionado pelos jornalistas sobre se o nível de carga fiscal em Portugal teria já ultrapassado o seu limite.

"Estamos no limite e é indispensável termos muito cuidado, pelo que é indispensável corrigir, se for caso disso, de modo a garantir receitas e simultaneamente um melhor funcionamento dos serviços públicos", afirmou, dizendo mesmo que "não há mal em aceitar os erros", apesar de não referir nenhum em particular no que diz respeito à política fiscal.