Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Candidaturas ao PRODER no interior do Algarve Central ultrapassam em 8 ME a verba prevista

Lusa economia

  • 333

Faro, 22 jul (Lusa) -- A Associação In Loco anunciou hoje que os 10 milhões de euros previstos para o interior do Algarve Central pelo subprograma para zonas rurais do PRODER não chegam para cobrir os 18 milhões necessários para todas as candidaturas.

A In Loco, entidade responsável pela gestão do subprograma de dinamização de zonas rurais do PRODER no interior do Algarve Central, informou, em comunicado, que o prazo de candidaturas ao Programa de Desenvolvimento Rural (PRODER) terminou na sexta-feira tendo sido recebidas mais de 140 candidaturas que perfazem 18 milhões de euros, muito acima da verba prevista.

"[Esse valor] é o total dos pedidos que recebemos, para grande surpresa nossa. Tem havido uma procura grande nos últimos meses, que ultrapassa em oito milhões a dotação para este período", disse à agência Lusa o presidente da In Loco, Nélson Dias, ressalvando que os projetos que fiquem de fora do apoio vão ser sinalizados para o próximo quadro comunitário, de 2014-2020.