Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Canadá acusa a Nestlé, Hershey e Mars de manipularem o preço do chocolate

Lusa economia

  • 333

Toronto, 07 jun (Lusa) -- As autoridades canadianas acusaram na quinta-feira as empresas Nestlé, Mars, Hershey e ITWAL e dois ex-executivos da Nestlé de conspirarem para manipular o preço do chocolate no país.

Segundo as autoridades da concorrência do Canadá (OCC), os acusados são Robert Leonidas, ex-presidente da Nestlé Canadá, Sandra Martínez, ex-presidente da Confeitaria da Nestlé Canadá, e David Glenn Stevens, presidente da ITWAL, uma rede nacional de distribuidores de chocolate.

As autoridades do Canadá indicaram que a norte-americana Hershey "cooperou com a investigação" e que irá declarar-se culpada no dia 21 "pelo seu papel na conspiração para manipular o preço dos produtos de chocolate" no país.