Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara de Viana do Castelo abdica de 2 ME em taxas para fomentar investimento e emprego

Lusa economia

  • 333

Viana do Castelo, 25 out (Lusa) - A câmara de Viana do Castelo anunciou hoje que vai abdicar de cobrar dois milhões de euros em taxas e impostos municipais, no âmbito de um plano de apoio ao investimento privado e à criação de emprego em 2013.

Este plano incluirá a redução de cinco por cento no valor a cobrar, no próximo ano, no Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), que se vai cifrar em 0,38 por cento, para os edifícios já avaliados.

Além disso, a autarquia prevê renovar a redução de 50 por cento no pagamento de taxas para reabilitação urbana, medida que este ano permitiu aumentar em 30 por cento o total de intervenções do género na cidade, "como incentivo à atividade económica das obras públicas e à reabilitação urbana no centro histórico", explicou o presidente da câmara, José Maria Castelo.