Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Caldo entornado" se houver instabilidade e falta de responsabilidade - Durão Barroso

Lusa economia

  • 333

Vilamoura, 05 out (Lusa) -- O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, considerou hoje que haveria "caldo entornado" em Portugal caso se verificasse instabilidade e falta de responsabilidade de todos os órgãos de soberania.

"Há um risco político se houver falta de determinação ou se houver instabilidade, com certeza que as pessoas não acreditam, começam a duvidar. Quando começam a duvidar, começam a vender dívida pública portuguesa, os juros começam a aumentar e lá temos o caldo entornado", declarou Durão Barroso, à margem da cerimónia de abertura do Fórum Empresarial do Algarve.

Questionado pelos jornalistas sobre a possibilidade de haver um segundo resgate, Durão Barroso disse que era óbvio que Portugal tinha de "fazer um esforço como Estado" e que não se poderia "pedir apenas responsabilidade do Governo", escusando-se a confirmar se se referia diretamente às decisões do Tribunal Constitucional.