Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bruxelas recupera 230 milhões de euros dos Estados-membros, 310 mil de Portugal

Lusa economia

  • 333

Bruxelas, 02 mai (Lusa) -- A Comissão Europeia vai recuperar 230 milhões de verbas indevidamente utilizadas por 14 Estados-membros no setor da agricultura, dos quais 310 mil de Portugal, foi hoje divulgado em Bruxelas.

No caso de Portugal, a devolução de fundos da Política Agrícola Comum (PAC) deve-se a restituições à exportação e organização comum do mercado do açúcar, correção proposta por deficiências nos procedimentos de seleção das declarações de exportação para os controlos físicos, segundo a Comissão Europeia.

As principais correções são imputadas à Grécia, que tem de devolver 107,6 milhões de euros pela redução não conforme do rendimento mínimo para as uvas secas e deficiências nos registos de efetivos e nos controlos no local relativamente aos prémios "animais", à Polónia, 79,9 milhões por deficiências no controlo do pedido inicial e na aprovação do plano empresarial das explorações agrícolas em regime de semissubsistência, e ao Reino Unido, 10,3 milhões cobrados também por deficiências na identificação dos animais e nos controlos no local no que respeita aos prémios "animais".