Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bruxelas propõe imposto de 0,1% às ações e obrigações e de 0,01% aos derivados

Lusa economia

  • 333

Bruxelas, 14 fev (Lusa) -- A Comissão Europeia propôs hoje a aplicação de taxas de 0,1% às ações e obrigações e de 0,01% aos derivados nos 11 Estados-membros que aderiram à aplicação do imposto sobre as transações financeiras (ITF).

Uma vez aplicada pelos 11 Estados-membros, incluindo Portugal, Bruxelas prevê que este imposto sobre as transações financeiras gere receitas na ordem dos 30 a 35 mil milhões de euros por ano.

Com esta proposta, a "Comissão Barroso" visa reforçar o mercado único, reduzindo para o efeito o número de abordagens nacionais divergentes em matéria de tributação das transações financeiras.