Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bruxelas identifica 14 países cuja situação macroeconómica merece "análise aprofundada"

Lusa economia

  • 333

Bruxelas, 28 nov (Lusa) -- A Comissão Europeia identificou hoje, à luz do seu "mecanismo de alerta de desequilíbrios macroeconómicos", 14 Estados-membros cuja situação merece "análise aprofundada", ajuizando na próxima primavera se deverão ou não ser tomadas medidas.

O executivo comunitário lançou hoje o seu segundo ciclo anual do procedimento relativo aos desequilíbrios macroeconómicos, exercício do qual Portugal está, para já excluído, em virtude de a sua situação já ser monitorizada de perto, por ser um Estado-membro sob programa de assistência.

Neste seu segundo relatório, hoje apresentado em Bruxelas, a Comissão defende que se proceda a análises aprofundadas da evolução da situação relativa à acumulação e à correção dos desequilíbrios macroeconómicos em 14 Estados-Membros da UE: Bélgica, Bulgária, Dinamarca, Espanha, França, Itália, Chipre, Hungria, Malta, Países Baixos, Eslovénia, Finlândia, Suécia e Reino Unido.