Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Brasil acusa EUA e União Europeia de minarem credibilidade do FMI

Lusa economia

  • 333

Washington, 19 abr (Lusa) -- O ministro brasileiro das Finanças acusou hoje os EUA e a União Europeia de colocarem em perigo "a legitimidade e credibilidade" do Fundo Monetário Internacional (FMI) ao bloquearem reformas que reforçariam o peso dos países emergentes na instituição.

Segundo um discurso a ser realizado no sábado, mas obtido hoje pela AFP, o ministro brasileiro Guido Mantega afirma que "os principais acionistas da instituição jogam, talvez sem se aperceberem, com a legitimidade e a credibilidade do FMI. A América é incapaz de colocar em prática as reformas previstas e a Europa é-lhe hostil".

Adicionalmente, Mantega criticou os EUA por serem "incapazes" de ratificar a reforma da governação do FMI votada em 2010 e suspensa por falta de aprovação do Congresso.