Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

BCE admite taxa de depósitos negativa

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 02 mai (Lusa) - O presidente do Banco Central Europeu (BCE) abriu hoje a porta à possibilidade de cortar a taxa de depósitos para valores negativos, o que levaria a que os bancos pagassem para guardar o seu dinheiro nos cofres do BCE.

Na conferência de imprensa que se seguiu à reunião mensal do conselho de governadores da instituição, onde foi cortada a taxa de juro das principais operações de refinanciamento para novo mínimo histórico agora de 0,5%, Mario Draghi admitiu que o banco iria analisar a questão com abertura.

"Vamos analisar a questão de mente aberta", afirmou Mario Draghi em resposta a questões dos jornalistas sobre se as próximas respostas do BCE poderiam envolver um corte da taxa de depósito, atualmente em 0%, para valores negativos.