Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banco do Japão revelou flexibilização monetária "agressiva" e meta de 2 % de inflação

Lusa economia

  • 333

Tóquio, 22 jan (Lusa) -- O Banco do Japão anunciou hoje a sua intenção de encetar uma flexibilização monetária "agressiva" através do programa de compra de ativos e fixou em 2 % a meta da inflação, seguindo o objetivo do Governo.

O banco central explicou que a partir de janeiro de 2014 introduzirá um sistema de aquisição mensal de ativos financeiros sem um teto limite que para já terá um valor de 13 biliões de ienes (108.247 milhões de euros) mensalmente.

No contexto da política definida, o volume do programa de compra de ativos, a principal ferramenta para injetar liquidez no sistema, será ampliado em 10 biliões de ienes (83.284 milhões de euros) em 2014, salienta ainda o banco central japonês no final da sua reunião mensal de dois dias.