Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Banco de fomento só faz sentido se oferecer financiamento a 20 anos" -- administrador do BES

Lusa economia

  • 333

Madrid, 30 nov (Lusa) - O administrador do Banco Espírito Santo (BES) António Souto considerou hoje que o banco de fomento que o Governo português estuda lançar só faz falta se oferecer financiamento em condições diferentes das oferecidas pela banca.

"Se um banco de fomento vier para oferecer financiamento a 15 ou a 20 anos, e taxas fixas de 3% ou 4%, então faz sentido", afirmou o responsável, num encontro com jornalistas em Madrid.

"Só nessa base é que o banco de fomento poderá fazer falta, porque em Portugal não existe" este tipo de oferta de crédito, reforçou, sublinhando que "se for um banco de fomento para fazer o que os bancos já fazem, não faz falta".