Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banca: "Para o BCP efeito de Espanha é irrelevante" -- Nuno Amado

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 27 jul (Lusa) - O presidente do BCP, Nuno Amado, afirmou hoje que a fragilidade da situação económica e financeira em Espanha "é irrelevante" para o banco, mas "não é irrelevante" para Portugal.

"Com a informação que tenho e sem indicar o futuro, para o BCP o efeito direto de Espanha é irrelevante pois não temos exposição em Espanha, mas não é irrelevante para o país", afirmou Nuno Amado em conferência de imprensa de apresentação de resultados semestrais do banco.

O presidente do BCP assinalou que o abrandamento das exportações tem "um efeito indireto que não é favorável" para o país e defendeu, por isso, o cumprimento "estrito" do acordado com a 'troika' (Fundo Monetário Internacional, Banco Central Europeu e Comissão Europeia).