Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banca: Estado assume milhares de euros de custos com garantia exigida ao BPN por um tribunal de Braga

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 14 set (Lusa) -- O Estado arrisca-se a gastar milhares de euros por ano com o Banco Português de Negócios (BPN), após um tribunal de Braga obrigar o banco a prestar uma garantia bancária de 22,3 milhões de euros como caução.

De acordo com uma portaria publicada em Diário da República, o Tribunal Judicial de Braga determinou que o BPN fosse obrigado a pagar uma caução de 22.322.934,53 euros, ficando os encargos dessa garantia a cargo do Estado, "no âmbito das responsabilidades assumidas pelo Estado português, no Acordo Quadro Relativo à Reprivatização do BPN" com o Banco BIC.

A caução é exigida num dos casos em que uma empresa afirma ser credora do BPN.