Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banca: Auditoria à CGD iria detetar uma "atuação que não é própria de um banco do Estado" - Fernando Ulrich

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 27 set (Lusa) - O presidente do BPI disse hoje que se fosse feita uma auditoria à Caixa Geral de Depósitos (CGD) durante o tempo em que o PS esteve no Governo seria detetada uma "atuação que não é própria de um banco do Estado".

O responsável participa hoje numa conferência organizada pela revista Exame, num hotel, em Lisboa.

"Se fosse feita uma auditoria à gestão CGD no tempo dos governos socialistas, nenhum dirigente socialista teria coragem para fazer qualquer pronunciamento sobre a CGD", afirmou Fernando Ulrich aos jornalistas à margem do evento.