Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Autoridade Tributária recusa comentar investigação a ex-presidente do sindicato dos impostos

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 30 mai (Lusa) - O diretor-geral da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), Azevedo Pereira, escusou-se hoje a comentar a investigação do Ministério Público ao ex-presidente do sindicato dos impostos suspeito de corrupção, alegando que não comenta "casos particulares".

Apesar da investição da Polícia Judiciária e do Ministério Público por suspeita de corrupção, que foi noticiada pelo Jornal de Negócios, o ex-presidente do sindicato, Hélder Ferreira, continua em funções como chefe de Finanças do serviço Coimbra 1.

Instado pela Lusa a comentar esta investigação, e a manutenção no cargo do investigado, o diretor da AT, Azevedo Perdigão, respondeu: "Não comento casos particulares".