Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Autoridade da Concorrência determinou coimas de 17,8 milhões de euros em 2012

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 16 set (Lusa) - A Autoridade da Concorrência (AdC) determinou o pagamento de coimas por práticas restritivas em cinco processos em 2012, num total de 17,8 milhões de euros, incluindo 25 mil euros em custas, segundo um relatório hoje publicado.

De acordo com o relatório de atividades de 2012, hoje publicado em Diário da República, a AdC realizou quatro condenações em 2012: uma no mercado da distribuição de produtos alimentares lácteos, outra no da restauração coletiva e uma no mercado dos formulários impressos e comerciais, todas por práticas restritivas da concorrência, e uma última no mercado dos medicamentos por abuso de posição dominante.

No caso da restauração, a AdC condenou cinco empresas que operam neste mercado - a Eurest, a Trivalor, a Uniself, a ICA e a Nordigal - num total de 14.720.000 euros, por práticas lesivas da concorrência no mercado das refeições e serviços de gestão e exploração de refeitórios, cantinas ou restaurantes.