Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Austrália: Ministro das Finanças critica fanáticos do Partido Republicano norte-americano

Lusa economia

  • 333

Sidney, Austrália, 21 set (Lusa) - O ministro australiano das Finanças Wayne Swan defendeu hoje os "fanáticos" e "loucos" da franja extremista do Partido Republicano americano representam uma ameaça para a primeira economia mundial.

"Sejamos francos e havemos de reconhecer que a grande ameaça para a primeira economia do mundo são os fanáticos e loucos que constituem uma parte do Partido Republicano", declarou Wayne Swan, um dos principais ministros do Governo trabalhista (centro esquerda) australiano.

Ao abordar a perda da notação "triplo A" da dívida americana em agosto de 2011, em consequência da paralisação do Congresso face às discordâncias entre Republicanos e Democratas, Wayne Swan declarou: "Apesar da boa vontade e dos esforços consideráveis do (Presidente Barack) Obama, o interesse nacional foi tomado refém pela ala extremista do Partido Republicano, o Tea Party".