Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Austeridade: Associação de Hotelaria e Restauração considera medidas negativas para a economia

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 11 set (Lusa) - O presidente da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares (AHRESP) afirmou hoje que as alterações na contribuição para a Segurança Social são negativas para a economia e prejudicam sobretudo as pequenas empresas.

"O aumento na taxa dos descontos para a segurança social no que diz respeito aos trabalhadores vai fazer com que a economia não cresça. O que vai acontecer é que vamos fazer menos negócio e a economia não recupera, nem no que diz respeito ao negócio, nem no número de trabalhadores", afirmou Mário Pereira Gonçalves, à margem da apresentação do 12.º Salão Internacional da Alimentação, Hotelaria e Tecnologia para a Indústria Alimentar (Alimentaria&Horexpo).

O presidente da AHRESP admite que o impacto da descida da Taxa Social Única pode ser compensatório para algumas empresas, mas estas serão uma minoria.