Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Austeridade: António Borges "não foi feliz" mas presidente da CIP também não - Alexandre Soares dos Santos

Lusa economia

  • 333

Vilamoura, 30 set (Lusa) -- O presidente do Grupo Jerónimo Martins, Alexandre Soares dos Santos, afirmou hoje que as declarações do conselheiro António Borges sobre a TSU "não foram felizes", mas criticou também a reação do presidente da Confederação da Indústria Portuguesa (CIP), António Saraiva.

No sábado, António Borges considerou que a medida do Governo sobre a Taxa Social Única (TSU) era "inteligente" e que os empresários que a criticaram eram "ignorantes" e não passariam no 1.º ano do curso de Economia.

Em resposta, o presidente da CIP sustentou que a maioria das empresas portuguesas também não contrataria o conselheiro do Governo para as privatizações, que também é membro do conselho de administração do Grupo Jerónimo Martins, ao qual regressou em março deste ano.