Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Aumento de imposto é opção que "tem de ser excluída" - Miguel Frasquilho

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 30 abr (Lusa) -- O deputado social-democrata, Miguel Frasquilho defendeu que o aumento de impostos é uma opção que "tem de ser excluída" e que "já devia ter sido excluída", depois de o ministro das Finanças ter dito que esta possibilidade "parece excluída".

O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, tinha já dito, na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública, que "a possibilidade do aumento de impostos parece excluída" e argumentou, posteriormente, que diminuir a carga fiscal "só é possível se houver uma diminuição considerável da despesa".

Para sustentar esta ideia o ministro das Finanças recorreu a um estudo do professor Ricardo Reis, em que o economista defende, nas palavras de Vítor Gaspar, que "o aumento de impostos que ocorreu em Portugal na década de 2000 associada ao processo de expansão das administração públicas esteve associado ao muito desapontador desempenho da economia portuguesa nesse período".