Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

As "laranjas da baía" também vieram da China, mas pela mão dos portugueses, no século XVII

Lusa economia

  • 333

Pequim, 29 nov (lusa) - A sumarenta "laranja da baía" nasceu, afinal, no sul da China, onde lhe chamam "laranja umbigo", e foi levada pelos portugueses para a Europa, no século XVII, e depois para o Brasil, na primeira globalização económica do mundo.

"Nos países do Mediterrâneo oriental, como na Grécia ou Turquia, ainda hoje 'laranja' diz-se 'portucali'", comentou o embaixador de Portugal na China, José Tadeu Soares, a propósito da exposição "A Aventura das Plantas", inaugurada na quarta-feira numa universidade de Ganzhou, na província chinesa de Jiangxi.

Ganzhou, um município de cerca de nove milhões de habitantes, que se assume como "capital mundial da laranja", produz anualmente mais de mil milhões toneladas daquele fruta.