Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Argentina altera método de cálculo da inflação e congela preços, em resposta ao FMI

Lusa economia

  • 333

Buenos Aires, 05 fev (Lusa) -- A Argentina anunciou, esta segunda-feira, a adoção de um novo método de cálculo da inflação e o congelamento dos preços dos produtos nos supermercados por 60 dias, reagindo à censura do FMI às suas estatísticas económicas.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) informou, na sexta-feira, ter emitido uma "declaração de censura" à Argentina por causa da falta de qualidade das estatísticas relativas ao Produto Interno Bruto (PIB) e à inflação, as quais poderão estar a ser manipuladas.

A mudança traduzir-se-á "num novo índice de preços no consumidor em substituição do indicador atual, que supostamente coloca muitos problemas ao FMI", disse o ministro da Economia, Hernan Lorenzino, em declarações ao canal de televisão C5N, citadas pela agência AFP.