Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Apoio da Europa crucial mesmo após saída do programa em 2014 -- Vítor Gaspar

Lusa economia

  • 333

Luxemburgo, 21 jun (Lusa) -- O ministro das Finanças considerou que a extensão das maturidades dos empréstimos europeus a Portugal, hoje "selada" no Luxemburgo, é "um exemplo concreto do apoio europeu", que considerou "crucial", mesmo após a saída do programa de ajustamento, em 2014.

Falando à margem de uma reunião dos ministros das Finanças da União Europeia (Ecofin), na qual foi formalmente adotada a decisão de extensão, em sete anos, das maturidades dos empréstimos europeus concedidos a Irlanda e Portugal, Vítor Gaspar comentou que a medida é de grande importância, pois representa uma "poupança considerável", e é um exemplo do apoio e solidariedade europeia com os quais o Governo continuará a contar para um regresso sustentado aos mercados de obrigações.

Segundo Vítor Gaspar, o "apoio e solidariedade" de que o país tem beneficiado desde o início do programa de assistência tem servido de base "para a viabilidade financeira do ajustamento", mas serve também "como mecanismo de seguro contra eventualidades fora do controlo de Portugal".