Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Antiga fábrica têxtil de Caminha vira incubadora de empresas em novembro

Lusa economia

  • 333

Caminha, 20 set (Lusa) - Uma antiga fábrica têxtil de Caminha que fechou portas em 2010, lançando no desemprego 174 trabalhadores, foi transformada numa incubadora de empresas, que podem começar a instalar-se a partir de novembro, anunciaram hoje os promotores.

Esta incubadora vai funcionar na área administrativa da antiga fábrica têxtil Regency, enquanto os espaços antes ocupados pelas linhas de produção, armazéns, refeitório e loja receberão o polo empresarial "TecCaminha".

Este último é um projeto que envolve a Câmara de Caminha e a empresa Compril, que comprou as instalações da antiga têxtil. Já a incubadora, acrescentou fonte da autarquia, será gerida pela Câmara, em conjunto com outros parceiros, através da cedência do espaço por parte da Compril. O projeto envolve ainda a Associação Empresarial de Viana do Castelo e o instituto politécnico local, entre outros parceiros privados.