Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Anacom trava negócios ilegais com chamadas de valor acrescentado

Lusa economia

  • 333

Redação, 10 dez (Lusa) -- A Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) proibiu cinco empresas de audiotexto de continuarem a operar com chamadas de valor acrescentado, por entender que estavam a violar a lei e os interesses dos consumidores.

Em comunicado de hoje, a Anacom explica que as cinco empresas usavam os números que lhes tinham sido atribuídos para serviços de televoto e sondagem, "num esquema que ludibriava as pessoas".

Segundo a autoridade para as comunicações, as empresas contactavam assinantes dos serviços telefónicos, pedindo-lhe para ligarem um número com o prefixo 607, de valor acrescentado, em troca de um suposto prémio.