Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Alterações às finanças locais "não resolvem nada" -- vice-presidente da ANMP

Lusa economia

  • 333

Coimbra, 23 jul (Lusa) -- As alterações à proposta de lei das finanças locais aprovadas hoje, em Coimbra, pelo Conselho Diretivo (CD) da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) "não resolvem nada", sustentou o vice-presidente da Associação, Rui Solheiro.

Quatro dos 11 elementos que participaram hoje na reunião daquele órgão (constituído por um total de 17 membros) votaram contra as alterações ao projeto de lei do Governo porque elas "não resolvem o essencial", afirmou hoje à noite à agência Lusa aquele dirigente da ANMP e presidente da Associação Nacional de Autarcas do Partido Socialista (ANAPS).

Apesar das alterações introduzidas, na sequência das negociações mantidas entre o Governo e a ANMP, esta continua a ser "a pior Lei das Finanças Locais desde que foi criado o poder local em Portugal, em 1976", sublinhou Rui Solheiro.